accueil
PortuguêsFrançais
ENDODONTIA
< Voltar

A endodontia trata de todas as patologias dos tecidos localizados no interior dos canais das raízes dos dentes, que constituem a polpa.

Existe indicação de desvitalização quando temos uma lesão irreversível da polpa, normalmente devida a uma cárie extensa. Este quadro clínico pode por vezes ser acompanhado de dores mais ou menos importantes. Neste caso falamos de uma pulpite, isto é uma inflamação severa da polpa. Na ausência de tratamento a curto prazo, esta patologia vai evoluir e provocar a necrose dos tecidos da polpa, conduzindo a um abcesso dentário.

Desvitalizar um dente vai consistir em criar através da coroa do dente um acesso á câmara polpar, onde se situa o nervo, no intuito de sondar o ou os canais e de os alargar mecanicamente com limas. Numa segunda fase serão obturados com um material dimensionalmente estável, neutro e estanque. Todo este procedimento é realizado sob simples anestesia local e é totalmente indolor.

As eventuais complicações, porém raras, podem ser devidas a canais muito curvos ou obstruídos por calcificações, o que por vezes os torna insondáveis, ou ainda por antigas obturações deficientes, impossíveis de voltar a tratar.

A médio/longo prazo qualquer obturação defeituosa dos canais poderá provocar um abcesso dentário, com uma infecção do osso circundante da raiz. Também neste caso a falta de tratamento poderá levar á extracção do dente, com lesões por vezes extensas ao nível do osso alveolar.